Arquivo da categoria: AMBiANCE

tudo é uma questão de lay-out

Video Mapping


O Vídeo mapping é uma pintura de luz na arquitetura, é considerada o futuro da projeção. Uma ilusão ótica através do mapeamento do espaço físico, imagens são projetadas  direto na arquitetura sem tela de projeção

O Processo é complexo e exige uma superprodução, mas dá pra ter uma idéia nesse vídeo da Casa Botines, um prédio criado por Gaudi na Espanha. Fachadas, colunas, janelas, portas, qualquer superfície pode ser mapeada. A primeira fase é a planta, a analise da potencia do projetor e as suas distâncias, depois é criado o conteúdo em vídeo que é sincronizado, com a ajuda de um software, as imagens o som os projetores gerando uma ilusão de ótica ou cenários.

Ou pode ser feita uma mega interferência como esse outro video, em Houston no Texas, George R. Brown Convetion Center

Essa semana fiz um curso de mapping na Escola São Paulo com o videoartista e diretor de arteJosé Luiz Sampaio, que desenvolveu uma linguagem própria de video arte

Depois de 4 dias de curso ele mostrou seu trabalho no show da Blubell, uma cantora empoderadíssima, com personalidade própria, que ainda vai dar o que falar,  ela lançou dia 21/01/2010 o seu segundo CD no Sesc Pompeia, com participação de Baby Brasil (outra mulher revolucionária que fez história). O evento foi ótimo os videografismos integradissimos na música com a direção de arte  foi um fechamento de curso com chave de ouro.

Aqui vai uma palhinha da música da banda da Bluebell, que canta na abertura do Seriado Aline da rede Globo, agora a referência do trabalho do Zé vc terá que esperar o proximo show ou a próxima aula dele.

Agora, mais uma referência de mapping aqui no Brasil que circulou pela rede no ano passado se vc não viu, veja pelo menos o final surpeendente desse trabalho

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em ACONTECE, AMBiANCE, ARTE, FASHION

O paraíso realmente existe, no fim do mundo


“Nos confins e lugares extremos da terra, mas além das colunas de Hércules, atravessando o tenebroso Oceano existe ilhas paradisíacas que gozam de um clima primaveril, cujos campos fornecem todas as classes de alimentos e frutos sem precisar plantá-los, acreditamos ser os Campos Elíseos que tanto falam os poetas e filósofos. Nessas ilhas residem as Hespérides, filhas de Atlanta, o grande soberano de Atlântida, que custodiam junto com um dragão um jardim maravilhoso. Nesse lugar está a árvore que contém a essência da imortalidade e produz maçãs de ouro, aquelas que Hércules buscava. As almas dos Bem Aventurados que vivem nessas ilhas estão livres de preocupações e os casais estão no paraíso. Entre as ilhas vive um cetáceo que navega a deriva que aparece e desaparece levando 7 cidades nas costas.” La Mitologia, todo sobre Canárias – Marcos Martinez

Imagine viver numa Europa gelada ou um deserto inóspito e escaldante, então imagine um tal aventureiro que supera todas adversidades marinhas, ondas e monstros e chega em um paraíso quase tropical.

Mar violento em Puerto Mogan - viagei no enorme cetácio protegendo a ilha e os perigos de um mar aberto

ILHAS CANÁRIAS

Até a partida de Colombo (sim, ele saiu de lá) essas ilhas foram consideradas a última fronteira conhecida do mundo ocidental – lá literalmente era o fim do mundo.

a igreja é o ponto mais alto da capital Las Palmas, dá pra subir de elevedaor

No final de fevereiro, fui para Las Palmas (uma das ilhas Canárias) convidada para expor as minhas fotos das parteiras tradicionais, no “Congreso Interatlántico sobre Parto e Investigacion en Salud Primal”, que teve o apoio da OMS (Organização Mundial de Saúde). (Enlouquecida de trabalho, como sempre, planejei e me inscrevi no congresso sem ter idéia para onde iria). Na véspera da viagem que descobri que as tais ilhas ficavam no Oceano Atlântico, abaixo da Espanha e do Marrocos na direção frontal a 115 deserto do Saara. Abduzida, cheguei na ilha sem fazer a menor idéia do peso histórico que havia lá. Amei!

levei uma delegação de 73 parteiras tradicionais do Brasil, que brilharam com seus sorrisos e emocionaram muitos gringos que não faziam idéia que ainda tinhamos, aqui no Brail, tesouro feminino tão grandioso

Esse é o visual do auditório do encontro, no fundo um espelho d'agua e depois o mar, indiscritivel

1200 visitantes no do Auditório Congreso Interatlántico sobre Parto e Investigacion en Salud Prima

25/02/2010 -Sao/Madrid/ Las PALMAS – Logo de cara a gente pode ver, a uma curta distância: paisagem árida X vegetação abundante, sol, montanhas, vulcões, vulcões com picos nevados, dunas, praias mansa, praias brava com ondas pra surfistas, penhascos, dunas e plantações com frutas no ano inteiro. A diversidade do relevo de todo um continente está em apenas 3 ilhas

Puerto Mogan - a Veneza das Canarias

Vários estudiosos atestam que o criativo Homero fez a “ambiance” da sua Odisséia lá, nas ilhas Canárias: selva, montanha, neve, penhascos, dunas e mares violentos favorecem o místico e o extraordinário. Além disso tem o bucólico, o mar calmo, as frutas e as flores, as sombras das palmeiras, uma temperatura primaveril o ano todo, literalmente o paraíso – tudo isso foi geograficamente demarcados e povoado por heróis e titãs.

Enfrentar os titãs e conquistar o paraíso. O importante é que pela primeira vez, um mundo de UTOPIA, aquele mundo ideal, poderia existir de fato.

Dunas de MASPALOMAS - não é dificil de imaginar a luta entre heóis e titãs - vale a pena pra conquistar esse paraiso

Historiadores atribuem monstros como Gérion (gigante de 3 cabeças e um único corpo que rugia quando Hércules roubou seu rebanho – assim ruge um dos vulcões canário. Também Segundo Hesíodo, viviam 3 grande monstros femininos, (Esteno, Euriale e Medusa).

cactus Gigante das Canárias - achei a cara da medusa com seus tentaculos e espinhos

Ao grande mito canário é atribuído sinônimos que já ouvimos, Ilha dos bem aventurados, Ilha de Campos Elíseos, o que teria sobrado de Atlântida, Jardim das Delícias e o mais incrível é que estaria lá a árvore que Zeus presenteou Hera, com o fruto da sabedoria, a árvore que uns dizem que era maçãs, outros laranja e já escutei nêspera, estaria em Las Palmas protegida pela Hesperides.

eles viveram em cavernas II sec antes de Cristo

Na realidade, historicamente, os primeiros povos foram Guanches do deserto do Saara, e há ruínas e descobertas arqueológicas impressionantes na ilha, principalmente com referencias para o feminino, isso fica para ouro post.

Casa de Colombo no porto da Bahia de las Palmas - num lugar desse era motivador encontrar outros paraísos

Fantasias a parte, a praça central do porto é incrível, onde podemos viajar no tempo e ver a casa de Colombo, o museu com objetos, referências e entrar na sala que reproduz um navio. O lugar realmente é lindo.

vc tomaria água Teror, da fonte natural do paraiso? vale a pena, essa água é purissima e não tem nada de teror, é deliciosa

Subimos a montanha para irmos a Teror, e como estamos no paraíso a cidade é uma charmosinha, histórico no meio da mata e bem fresquinha – tipo Campos de Jordão

a barbearia de Teror não tem nada de sinistra, é um charme

– em meia hora pode ir voltar ao porto escaldante de Colombo- mais meia hora na auto estrada chega-se e Maspalomas, parece uma Miami/ Guarujá lotada de alemães e inglês fritos no sol, mas tem dunas lindas.

bucolica Puerto Mogan é um convite ao ócio - utópica realmente

Se tiver paciência e mais uns 40 minutos de estrada, chega-se em uma Veneza Marinha bem bucólica – Puerto Morgan, a estrada é linda, no meio das montanhas com penhascos e mar aberto. A cidade um charme, limpa, comida ótima e um toque turístico bem provinciano, nenhum luxo e puro charme.

rota de Colombo pra chegar as "índias"

Depois dessa experiência as Ilhas Canárias (que antes eram pra mim apenas um ponto de referencia no mapa do monitor, de dentro do avião, que indicava que em alguma horas chegaríamos na Europa), passou a ser um roteiro daqueles lugares que vc gostaria de voltar e conhecer todas as ilhas, fazer a literalmente uma Odisséia e incluir todas as paisagens, monstros, heróis, praias (veja bem nada se compara as nossas praias, lá a areia é vulcânica, pretinha), palmeiras frutas tudo que uma heroína urbana tem direito de gozar.

todos são gentilissimos, na ilha, é verdade rsss

Pra terminar a viagem enfrentamos a ira dos Titans e Houve uma tempestade de areia vinda do deserto do saara, senti essa tempestade em Maspalmas mas naquele momento não achei que era vinda do deserto, Qual Titão seria esse? Tenho que perguntar a Homero.

imagens da Nasa

e também convém levar óculos escuros

Se vc for pra lá  e tiver que enfrentar a furia de uma tempestade,  é melhor prender o cabelo porque  o vento é brabo e a areia voa forte

4 Comentários

Arquivado em AMBiANCE, ANCESTRAL, AVENTURA, DEUSA DO FEMININO, EXPERÊNCIA DE VIDA, mito, RODAR O MUNDO, VIAJEI

Carnaval de rasgar a fantasia



O que é natureza morta? paisagem sem vida, apenas  geografica?

No carnaval passado resolvemos viver uma realidade e não uma fantasia. Ao invés de cenários feitos de resina, com plantas artificiais e atmosfera fake de um Magic Kindon. Decidimos entrar num cenário de ficção cientifica, fomos experimentar andar em marte e mudamos todas as nossas referências.

SAO/SANTIAGO, sábado de carnaval – chegamos no Chile as 4:00 da manhã,  aeroporto deserto, esperamos até as 6:30 para pegar outro avião por mais algumas horas até  Calama –  apesar de zuados e mortos de fome, tudo era pretexto pra diversão, principalmente pra quem não pode  perder uma chance.“Haha, tudo vale a pena qdo a vida não é pequena (mega jargão, mas é mesmo).

ele realmete fez isso - quantas vezes já pensamos em fazer o mesmo?

eu só pensava no quanto eu ia ouvir ...sobre a minha invenção de ir pra lá!!!!

Tudo também pode ser preocupação se a filhota ta com 39 de febre.  Alugamos o carro, saímos do aeroporto, foi aí que o bom humor passou rapidinho, encaramos outra hora e meia em direção a San Pedro de Atacama uma estrada, no meio do nada – N A D A, nada mesmo. CARACA, que idéia de jerico eu tinha tido, deserto do Atacama, era deserto mesmo, mas o que eu queria? onde fomos nos meter????????

Bem, meio mortos vivos, sonados abduzido, sedentos e faminto chegamos ao Tulor Hotel. Ai meu Deus! reservamos pela internet, era único que tinha vaga… A gente sempre espera entrar numa fria, e eu pensava, “deve ser um fiasco? Dessa vez vai dar errado’. QUE NADA! O lugar era mega fofo, lindinho, com um clima super amigável.

A dona é uma arqueóloga super famosa, que foi para lá fazer pesquisas na época da ditadura, construiu o hotel inspirado nas ruínas das casas andinas que ela mesma descobriu. Algumas noites fomos convidados a escutar  workshops para um grupo francês sobre os tesouros locais. VALE A PENA, recomendo! Bom, bonito e o preço é bem justo.

1º Dia – Vale da Lua – mais quem já esteve lá  diz que mais parece Marte, como num tive nem na lua nem em Marte digo que parece um cenário de outro mundo, o por do sol é o point do lugar.

Vale da Morte – Star Wars é aqui, a cada momento parece que vai sair um inseto de metal com pernas compridas ou um batalhão de extra-terrestres armados – incrível! Te faz sentir um ser minusculo, insignificante, pior que pó de ampulheta. Ampulheta sim, porque o tempo por lá não existe, só temperatura.

invasão de terraquios no vale da morte

2º Dia – mergulhar e não afundar, incrível! O recomendável mergulhar e sim boiar, pq nesse lugar vc não afunda ( quase a mesma densidade do mar morto e só que bem mais perto) – o filhote tentou mergulhar a cabeça e ficou cheio de sal nos olhos, uma semana depois ainda tinha sal no ouvido  – Estar no Atacama é estar no meio do nada, é sair de manhã viajar um tempão pra chegar em algum lugar de um outro mundo, algum oasis. O por do sol no Salar, parece gelo, mas é sal, um branco que se mistura com o azul e laranjas, mergulhar na lagoa salgada, ver os olhos de deserto.

Se o primeiro dia foi para quebrar as referências o segundo foi pra tirar a uruca, haja sal grosso, haja banho de sal, não deve haver olho gordo que não sobreviva. A experiência é incrível!

parece gelo, mas é sal puro, dá pra imaginar o estado do pé dele depois?

3º dia – superar os limites, munidos com folha de coca, o dia foi de conquista do espaço, subir, viajar, subir, subir, viajar, cada vez mais nada, cada vez mais alto. A paisagem é o espaço vazio no altiplano, uma, duas, tres, quatro horas de viagem até chegarmos a catedral de Pedra. Superamos os 5.300 mil metros de altitude. Banheiro? Só ao ar livre, é muita libertação, rssss, sempre há uma primeira vez, será o efeito da erva? A língua fica adormecida, mas  vale a pena fazer um pic nic na frente da reserva de flamingos. O único problema é ter que voltar outras 4 horas. UFAFAFAFA!

a dimeção é simplesmente impressionante

4º Dia – do infra mundo ao sub mundo –  Nem bem dormimos já acordamos, em plena madruga, 3 horas de viagem até os Gêiseres – o nascer do dia, o frio escaldante, escaldante sim porque aquele vapor queima, foi o melhor café da manhã da viagem, ovos cozido e chocolate quente feito no vapor do Gêiser Incrível.

em que mundo estivemos

café da manhã - ovos cozido no sco plástico no vapor

surreal

último dia – Depois de sermos abduzidos pela paisagem, passarmos pela limpeza de corpo e alma dos salares, subir nas alturas altiplanicas e queimar nas narinas do dragão, fomos as Termas de PURITANA – vc não dá nada pelo lugar e é o paraíso, enquanto lá fora está 14º dentro da água está 28º . Uma cachoeira quente que faz pequenas piscinas de da mais pura água andina potável, vc fica sozinho, com sua família sem platéia, na maior privacidade. #surteigriteichorei, só que dessa vez de alegria e de felicidade, é pura emoção. Quando olhei pro maridão ele estva vazendo  UOM ( som Hindu) por iniciativa própria. Água, muita água doce, pura, clara – tinha plantas, tinha verde, tinha vida.

o nível da água está na altura da mão

Aqui vc sente, a energia do universo, a paz absoluta. Depois daqui missão cumprida, a viagem e todas as experiências foram maravilhosa, quebramos todas as referências e entramos em uma outra dimensão do universo. Agora a volta é só uma questão de tempo e espaço, mas nunca vc voltará do mesmo jeito. O carnaval de 2009 – no ano passado, rasgamos realmente as fantasias desse nosso mundo contemporâneo e nos conectamos a um outro planeta. Restou uma lição  a paisagem desértica de natureza morta, do Atacama, pode passar a ser dominante no planeta se não cuidarmos dele. Nesse carnaval de 2010, eu quero mais é sentir o cheiro da mata Atlantica, ispirar a umidade da Serra do Mar, mergulhar nas águas salgadas do nosso litoral  e encher os olhos com  cada montanha verdinha que tiver ao alcance dos meus olhos. YAHOOO.

out-door que comunica mais do que mil palavras

LOOK Atacma –  prepare-se com roupas de expedição, calça e blusa impermeável, camiseta dry fit e botas a prova d’agua – vc passará do calor de mais de 40º ao frio de 10º em poucas horas ( isso no verão) e sem dúvida vai enfiar o pé na lama

foto histórica - mais uma experiência inédita

1 comentário

Arquivado em AMBiANCE, EXPERÊNCIA DE VIDA, FILHOTES DE GENTE, MEUS LOOKS, NEM TE CONTO!, RODAR O MUNDO, SURTEI, GRITEI, CHOREI, VIAJEI