Arquivo da tag: adolescente

Cinderela adolescente


Aos 3 anos de idade Lih cortou o cabelo pela primeira vez (na época no SoHo), nas mãozinhas carregava a cinderela, uma escovinha de cabelo e um mundo de fantasia.

Nesses quinze anos ela, muitas vezes, precisou de muita fantasia pra suportar a realidade, amadurecer não foi fácil, mas sempre com um sorriso, bom humor e os olhinhos de mangá

hoje, como um passe de mágica a realidade se tornou a sonhada fantasia ela trocou  cinderela por banda de Rock e Walt Disney  por  Tim Burton. Parabéns Lih, por viver  intensamente e se tornas essa linda Diva

2 Comentários

Arquivado em de Mãe para Filha, EXPERÊNCIA DE VIDA, FILHOTES DE GENTE

Animado, Anima Mundi 2010


As férias de julho terminam com chave de ouro, Anima Mundi em São Paulo, desde quinta 20/07 estamos aproveitando ao máximo.(Eu nunca tinha ido ao Memorial da America Latina, é mais fácil do q eu imaginava, o lugar é bem legal e com boa infra, venci a barreira de chegar lá.)

As oficinas são bem interessantes. Eu, e o Pedro (12 anos) escolhemos uma oficina de massinha, onde na entrada se formavam os grupos, o nosso foi o Daniel (10 anos) e a Flavia Nascimento, Rodrigo (13 anos), Priscila. Olha só o resultado de uma hora de trabalho, o roteiro e o nome foram iniciativa das crianças. O programa que faz essa animação é bem simples e se chama MUAN, versão 8.3 (plataforma Linux) dizem que é só baixar. Valeu, Henrique Köpkg, orientador do grupo, as crianças  tiveram uma grande experiência e nós tbem, confira aqui:

Longa de animação : Vimos o filme australiano “Max & Mary” UMA AMIZADE DIFERENTE  de Adam Elliot’s,  vencedor do Oscar Award “Hervey Krumpet “.  O texto é incrível, a animação tbem, vc entra totalmente na história q me parece ser real. Ela aborda a Sindrome de Asperger, um tipo de autismo que resulta e dificuldade de realcionamento, dificuldade de interação social, falta de empatia, interpretação muito literal da linguagem, dificuldade com mudanças, perseveração em comportamentos estereotipados.  Um papo bem cabeça, numa linguagem muito fluida, não é bem pras crianças, tive que explicar um montão de coisas. Amei, recomendo! veja o trailer

venceu melhor longa metragem, juri popular Rio e São Paulo

Curta de animação

“Eu Queria Ser um Monstro” – Direção de Marão – Escolhido Melhor Filme Brasileiro no Anima Mundi Rio 2010 – Produzido por: Marão Filmes e Rocambole Produções –

” Margarita”  direção  Alex Cervantes – Esse filme espanhol com toda sua ingenuidade cativou a platéia infantil, muito bem executado.

mas pra mim o desenho mais rico graficamente foi dessa diretora húngara, Maria Horvath não achei o link do filme : Contos Húngaros que passou na mostra mas achei esse aqui.

ESSE NÃO PASSOU NA AMOSTRA, mas dá pra notar o talento da diretora

Ainda é uma ótima dica pro final de domingo, o Anima Mundi fica até as 22:00h e hoje é o dia da premiação. Corre que dá tempo!

OS PREMIADOS do ANIMA MUNDI

Deixe um comentário

Arquivado em ACONTECE, ARTE, FILHOTES DE GENTE, RODAR O MUNDO

Como treinar meninos?


Dentro do meu universo feminino esbarro no universo masculino. Como ser mãe de um garoto de 12 anos que até ontem se fantasiava de super heróis? Agora a bola da vez são deuses e titãs, acho que esse tema passa a ser recorrente ( veja o post abaixo” O paraíso realmente existe, no fim do mundo” )
Como enfrentar os problemas na escola? Como fazer um garoto se interessar pelo conteúdo de professores antiquados de uma escola tradicional? Vivi esse dilema até o ano passado. (Graças a Deus ou aos deuses esse ano mudei meu filho de escola para uma outra com uma pedagogia mais holística).

Agora, o que desatenção tem a ver com deuses e titãs?

Percy Jacson, Ladrão de Raios (filme em cartaz na cidade), não consegue se fixar em nada teórico, coincidências??? Quando ele visita o museu descobre que sua professora rabugenta é um titã, uma ogra (maravilha!!!!! Quantos professores tivemos assim) e o professor legal é seu protetor (ainda bem que já mudei ele de escola). Percy, sofre horrores, até a relação conturbada do segundo casamento da mãe tá no filme (i n c r í v e l, inacreditáveis coincidências!!!!!!) Um dia o tal Percy descobre que é um semi-deus, filho de Posseidon com uma reles  mortal e vai viver as mais absurdas aventuras.

Não dá pra perder Uma Thurman como medusa, depois de ter estado nas ilhas Canárias e imaginar serpentes de cactos, delirei nela nesse papel, está perfeita, nem sinal da Beatrice (olha eu aqui de novo rsss) de Kill Bill. Aquela pele branca, os olhos penetrantes e o cabelo cheio de cobras – é melhor que a barba de polvo do Davy Jones (Piratas do Caribe), que teve seu coração arrancado pela deusa Calypso e foi condenado a levar as almas para o outro mundo.

o casal 20 dos tentáculos do cinema

Apesar do excesso de clichês de americanismos o meu filhote delirou, julgava ser neto de Posseidon. Ele preferiu ser um neto já que não quis abrir mão nem do pai nem da mãe como mortais (eu se tivesse algum parentesco “deusístico” seria com Mercúrio – já que minha vida é trabalho, trabalho e “um vai e vem” sem  tréguas ou descanso). Eu também não diria que o pai teria parentesco com Poseidon, kkkkk.

Para completar a maratona iniciática do masculino, fomos ver “ Como treinar o seu dragão”.  Esse filme sim, eu amei sem restrições. Aqui o anti-herói é um filhote mirrado de Viking que se chama Soluço, passa o tempo todo criando traquitanas “a la Leonardo da Vinci” para treinar um dragão incapacitado que se acidentou com uma das armas do moleque. Delicioso o filme, é desses que dá vontade de ter em casa e ver de novo, é cheio de moral, respeito, inclusão social, dá até pra falar que  tem bullying, pela forma dele viver isolado do seu grupo. O Soluço mostra que com amor, respeito e dedicação se vira o jogo. E o anti-heroi continua sendo mortal com todos os riscos  e consequências que envolve uma aventura.  Abaixo a força bruta!

Esse filme aumenta qualquer auto-estima e alivia os conflitos entre pais e filhos.
Bem, pra completar a maratona do final de semana passamos na livraria e compramos uma série de livros: sobre dragões,  Percy Jacson (será uma série como Harry Potter)  mas o livro que mais fez sucesso foi o de invenções do Leonardo com dobraduras em 3D.  O final de semana terminou com um caderno cheio de desenhos e muitos planos juvenis. Missão Cumprida.

1º Livro da Série “Como Treinar o Seu Dragão “– Cressida Cowell – Editora – Intrínseca – Tradutor – Heloísa Prieto- Título Original – How to Train Your Dragon

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=22145317

1º Livro da Série : Percy Jackson ladrão de Raios – autor: Rick Riordan, ex-professor de inglês e história do ensino médio em São Francisco seus livros são verdadeiras aulas de mitologia.

caderno de apontamentos de Leonardo da Vinci - réplica autêntica de algo que nunca foi construido - com engenhosos modelos tridimensionais

1 comentário

Arquivado em AVENTURA, DEUSA DO FEMININO, EXPERÊNCIA DE VIDA, FILHOTES DE GENTE, mito, VIAJEI

Vanguarda ou tradição, porque não os dois?


tia Iracema, entre 1930/40

Tia Iracema (irmã da minha bisavó) foi das mulheres mais incríveis que já conheci. Foi um grande personagem da minha adolescência.

Imagine uma senhora de mais de 80 anos vivendo nos anos 70, vestido de velhinha, sapato de velhinha, salto baixo plataforma com seu enorme dedão a mostra. O cabelo, igual da foto, branco mais macio que algodão com corte Chanel.

lata de 1971

Na época lançaram as primeiras cervejas de lata. Uma lata tão forte que não amassava. UAU! Abrir uma lata e ouvir o barulho. ZZZZZZZZ!

Tia Iracema vivia no Rio, nós morávamos em São Paulo, estávamos passando as férias na cidade maravilhosa e como de costume fomos vitar a bisavó (ela morava na rua Joana Angélica), encontrei tia Iracema a caminho da igreja Nossa Sra da Paz, quando ela me viu, me chamou de lado e mostrou, em pimeira mão e com o maior  orgulho, o relógio que tinha acabado de fazer.

Ela havia desmontado seu antigo relógio de ouro, customizou uma pulseira feita de argolas de cerveja e pequenos alfinetes dourados. Incrível!

infelizmente não herdei o arroubo criativo da titia, então criei esse modelito no photoshop

era deboche ou genialidade? Olhava o pulso dela absoutamente  fascinada,  era a coisa mais incrível  que já tinha visto,  imaginava ela rezando e a cara do padre vendo relógio da beata? KKKK (veja bem, estávamos nos anos 70 e ela já havia reciclado uma latinha de cerveja).

Só de ouvir as risadas de tia Iracema com as outras tias era motivo suficiente pra eu largar qualquer brincadeira com as outras crianças. Apelidei-a de Tiazona,  era tia + ZONA (alegria + bagunça).

meu pai, arquiteto, também era bem moderninho

Então Tiazona veio nos visitar em São Paulo, (lembre-se anos 70s). No final da tarde ela e meu pai sentaram no sofá da sala, ela pediu um cerveja preta e também queria escutar uma música, aquela, disse ela,  que começa com o barulho das moedas. Pink Floyd? Aquela música que meu pai escutava sempre e que na época eu não dava a menor bola? Foi aí, que dei valor aquele disco com capa preta com as cores do arco-íris. Se Tiazona gostava devia ser bom mesmo.

Eu, uma menina quase uma adolescente que acreditava que a pessoa mais moderna do mundo era uma tia velha irreverente. Incrível!

Ela trouxe de presente pra minha mãe o jornal do descida do homem na lua (que havia sido alguns anos antes), ela disse que era um presente para meu irmão que nasceu em 69, com o argumento nunca guardávamos a nossa memória junto com os acontecimentos marcantes que permeavam as nossas vidas.

lembro-me bem desse dia,  estava deitada no colo da minha mãe, com a cabeça na barrigão dela, na hora que o homem pisou na lua, o meu irmão deu um chute bem forte, eu levei um susto. A barriga da minha mãe era mais estranha que a lua. Ou teria um astronauta lá dentro?

Quando Tiazona morreu devia ter uns 16 anos . Fomos ao Rio para o enterro e para esvaziar o quartinho que ela vivia. Minha mãe, minha tia, e eu abrindo caixas. (sabe porque adoro fazer albuns e arrumar meus guardados? para o dia que eu morrer as pessoas entenderem a minha história e terem pena de joga-la no lixo, faço direção de arte em albuns, caixas, bloquinhos de anotações) Muitos papéis, revistas e alguns livros, fiquei com dois livros encadernados escritos a mão que iam para o lixo e uma caixa de prata com as iniciais LG ( depois conto o significado dessa inicial).

Os livros eram os diários contábeis de soldos de almirante, do falecido marido, datam desde 1907 , além disso haviam muitos documentos de patentes militares e condecorações, assinado inclusive por D. Pedro, isso será assunto pra muitos posts…aguardem

Esse é um dos books – o passado, o presente e o futuro – todos alinhados em uma tenue linha. Pra  tia Iracema o tempo era apenas uma questão de cronologia onde os 3 tinham a mesma importância.

Fazendo esse post, me dou conta que mesmo eu sendo criança já buscava uma referência do que é a magia de envelhecer. Tia Iracema é um dos vértices do feminino dessa Bia Fioretti, que tanto busca a essência nas mulheres pelo mundo.

Com essa tia, aprendi a traçar um paralelo das nossas vidas com a história – associar os contecimentos juntos na nossa memória. Hoje eu digo que ao traçar uma linha do tempo, o futuro pode estar tão eqüidistante quanto o passado. Como fazer isso? Pra mim é manter o passado consciente, os sentidos aguçados em alerta e encontrar e transformá-los em tendências. Vc não poderá prever a história mas quem sabe poderá fazer parte dela.

Ter tias fortes com um feminino marcante me faz lembrar um livro lindo, “ A Ciranda das Mulheres Sábias”,  Clarissa Pinkola Estés – que fala muito da influência de tias fortes na nossa vida. É lindo recomendo!

MEUS LOOKS:  o tal relógio sempre esteve presente na minha memória, talvez por isso sempre busque na sutilezas a tal irreverência.

Casaco alfaiataria, os botões dourados, são chaves antigas de verdade: Alessandra Hyppolito. Amor a primeira vista, quem me vendeu me afirmou que ela havia trabalhado no atelier de Vivian WestWood em Londres, não tenho certeza. Mas o casaco é um luxo faz o maior sucesso.

as chaves são de verdade, bem antigas

Relógio M&Co comprei na lojinha do MOMA NY , percebeu a sutileza????? rssss, a titia ia achar o máximo

repare na órdem dos números

4 Comentários

Arquivado em ANCESTRAL, DEUSA DO FEMININO, EXPERÊNCIA DE VIDA, GLAMOUR, MEUS LOOKS, NEM TE CONTO!, Tradição