Arquivo da categoria: INESQUECÍEL

Super Lua! A lua mais perto da terra.


Na próxima segunda (dia 14 de novembro de 2016) a lua estará numa órbita muito próxima da terra e pode aparecer até 30% maior e mais brilhante que o normal, será perceptível na hora dela subir no horizonte, no por do sol. Esse fenomeno é conhecido como Supermoon, super lua ou como Perigeu Lunar

A lua vai estar linda, romântica, puro feitiço, mas veja bem essa mesma LUA influencia as marés por ação gravitacional e os fenômenos climáticos, esse tamanho exagerado estimula as forças da natureza como terremotos, vulcões e maremotos.

Uma das vees que ela passou próximo a terra foi dia 10/01/2005 dia do terremotos da Indonésia. Durante o Katrina também coincidiu com a supermoon, os anos de 1955, 1974 e 1992 também foram marcados por essa lua e desastres climáticos.

Essa matéria saiu no Yahoo, dia 09 de março, véspera do desastre no Japão, coincidência? Naquela data a a lua era crescente.

_PERIGEU,  QUE FENOMENO É ESSE? A Lua gira ao redor da Terra, sua órbita não é uma circunferência perfeita, é uma elipse, assim, enquanto gira ao redor da Terra, a Lua pode ficar mais perto ou distante do nosso planeta. O perigeu é o oposto do apogeu. O apogeu de um astro é o seu menor tamanho visível é quando ele está mais longe, quando o astro está no apogeu de sua órbita (ponto mais distante da Terra) está no seu menor tamanho visível para nós, quando ele está no perigeu é o seu maior tamanho para nós, a menor órbita e a mais perto da terra.

_DO LADO MÍSTICO – durante o Perigeu, as forças de Lilith (a energia feminina, sedutora, que vive no lado negro da Lua) estão mais amenas agora estará representada pela Anciã, reverenciada na cultura Celta que significa a sabedoria e o aprendizado.

_DATAS de Março dia 23: Super Luadia 21 às 20h e 21min o equinócio da mudança de estação para o outono (quando em todo planeta o dia e a noite tem o mesmo numero de horas) • dia 22: Dia Mundial da Água , criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 1992.

Independente dos riscos, profecias ou teorias apocalípticas, o Perigeu + troca de estação significa um momento de grandes transformações. Pense nisso, não crie resistências se vc tiver em fase de mudanças, se entregue e deixe a energia fluir!

15 Comentários

Arquivado em ACONTECE, INESQUECÍEL, Mãe Natureza, SEGREDOS DE ESTADO

O Punk e a Gueixa


Dizem que identificamos um “punk” por causa do estilo do seu cabelo, um estilo que sobrevive há mais vinte anos…

Encontrei essa rapaz na fila da sala de embarque em Southampton. Dublin prometia.

Até os discretos ingleses ainda se surpreendem com o Style do moço

 

ele tava bem na minha mira

 

A receita pra esse penteado espetado  é muito simples, sabonete com um pouco de água e clara de ovo…. Imagina quantas dúzias de ovos pra tanto cabelo! E quantas pessoas pra ajudar a esticar? O cabelo pelo menos deve ficar lindo depois, clara de ovo é uma receita muito antiga pro cabelo.

Até o momento eu não tinha pensado na dificuldade do rapaz. Como contestar pode ser difícil!

Ele simplesmente não cabia na poltrona do avião, não dava pra encostar a cabeça na poltrona e na altura o cabelo batia no teto. Deu dó! A viagem toda com a cabeça torta e sem poder dormir.

Foi quando eu lembrei daquele travesseiro de gueixa

A gueixa gasta horas com o cabeleireiro para manter seu penteado. Quando vão dormir, recostam a cabeça em travesseiros especiais com uma cavidade no meio para que os penteados não se desfaçam. Passam a noite toda com o pescoço apoiado e dormem de barriga pra cima.

A palavra gueixa significa literalmente “pessoa da arte, artista“, e ela foi originalmente usada para designar comediantes e músicos que se apresentavam em festas particulares no século XVII.

As primeiras gueixas não foram mulheres, mas homens. Os otoko-geisha (artistas masculinos) eram especializados em entreter pequenas platéias

Olha só quanto sacrifício os homens já fizeram por seus cabelos, hoje muitos preferem ser carecas. Quando o tema é cabelo as mulheres sabem a raiva que dá em acordar com o cabelo todo amassado



11 Comentários

Arquivado em INESQUECÍEL, NEM TE CONTO!, RODAR O MUNDO

Homenagem a Jay Colton


Jay Colton, fotógrafo premiado, editor da revista TIME americana por 20 anos, professor no ICP de New York e Universidades de Rochester e Vermont, teve um enfarte fulminante dia 18/09/2010, enquanto analisava o portfólio de um fotógrafo no Paraty em Foco.

Conheci Jay no ano passado, ele foi o co-fundador e curador do SP Photo Fest no MIS, organizado pelo Luiz Marinho. Eu participei de 3 workshops: fotografia com a Amy Arbus e a Scout Tufankjian, edição do Jay Colton. Com a Scout Tufankjian (fotógrafa que cobriu a campanha de Barack Obama) fomos fotografar no metro e no centro da cidade,

Foto de Bia Fioretti tirada no workshop da Scout Tufankjian. Essa imagem abriu o filme criado por Jay Colton na edição final das fotos do festival

Todos os  arquivos de fotos produzidas nos workshops do SP Photo Fest foram para aula de Edição de Imagem com o Jay . A dinâmica que ele propôs é a mesma que ele usava na revista e pra um diretora de arte e fotógrafa compulsiva, como eu, foi muiiiiiiiiiiito legal, bem prática pro dia-a-dia na agência.

workshop de edição com Jay Calton

Na seleção para o evento também inscrevi o meu portfólio de fotos do femininoMães da Pátria Resgate da Essência do Feminino Através das Parteiras”, fui selecionada para 2 leituras,  a  Scout e o Jay , coincidentemente (apesar do grande time de fotógrafos do evento era com eles que eu identificava meu trabalho).

Ter o trabalho analisado é uma experiência viceral, vc tem q tá aberto pra ouvir tudo. A Scout fez comentário sobre técnicas, o Jay elogiou os retratos e me mostrou uma visão complementar, ele disse que os rostos das parteiras eram tão interessantes que ele queria ver mais a respeito do universo que elas vivem, suas casas e modos de vida, o ambiente precisava contar uma história independente da presença humana na imagem. Realmente esse comentário agregou muita coisa no meu trabalho.

olha eu no mural clickada pelo Jay, essa foi uma obra que ele criou com todos do SP Photo Fest

Jay Colton era um crítico apaixonado pelo seu trabalho, de um respeito impar com a fotografia e as pessoas que se dedicam a ela. Apesar dele ter deixado muitos dos seus projetos pessoais sem conclusão, tenho certeza que ele colaborou com muitos fotógrafos a concluírem centenas de projetos e seus conselhos seguirão conosco.

Obrigada Jay Colton

1 comentário

Arquivado em ARTE, EXPERÊNCIA DE VIDA, Homenagem, INESQUECÍEL

Explosões no Castelo de Edinburgh


muita cor e fumaça no cenário medieval

Domingo, dia 05 de setembro – a Princes Street Gardens, Edinburgh/ Escócia parecia a praia de Copacabana no final do ano (nas devidas proporções claro) para ouvir os 45 minutos de Fireworks Concert, lançados do famoso castelo medieval de 1.400 anos.

vistada cidade do topo do castelo dia 05/09/2010

O concerto que une pirotecnia e música encerra o maior festival de arte e cultura do mundo que chega a receber um milhão de pessoas e acontece anualmente nas três últimas semanas de agosto desde 1947

Edinburgh International Festival

Fireworks Concert

O castelo, naquele cenário noturno, envolvido em estrondos e nuvens de fumaça alimentava e enchia de mistério a nossa fantasia.

castelo de Edinburgh sobre um rochedo no ponto mais alto da cidade

Não era um show de fogos num castelo qualquer, (como o falso castelo da Cinderela na Disney), eram fogos e castelo de verdade. A rainha que morava nele foi ninguém menos que a lendária rainha escocesa Mary Stuart que foi decapitada pela prima inglesa Elisabeth I. Mary  Stuart teve vááários maridos e um filho James VI, nascido neste castelo dia 19/06/1566. O príncipe nasceu num quartinho minúsculo entre 10 e 11 da manhã, logo tiraram o bebe do colo da rainha para mostrá-lo ao pai, Lord Henry Darnley e à corte (mesmo naquela época já separavam as mães dos filhos. Nem rainha tem vez?). Mary foi coroada com 9 dias de nascida, seu filho foi coroado com 1 ano de idade, mesmo coroado com tanta precocidade James VI teve um papel de destaque na história, ele simplesmente unificou a Inglaterra e Escócia.

O castelo tem um significado muito especial para o escoceses. Os fogos são a apoteose do festival que é a maior badalação cultural do verão europeu. O dia ainda estava quente com finalzinho do verão, os bares cheios e muita energia na rua com gosto de fim de festa.

Há séculos nesse lugar era guardada a munição dos canhões, hoje estão fogos de artificio, o que antes era por motivo de guerra hoje é confraternização


3 Comentários

Arquivado em ACONTECE, ARTE, IMPERDÍVEL, INESQUECÍEL, NEM TE CONTO!, RODAR O MUNDO, VIAJEI

Pachamama – a grande Deusa


ícone da Pachamama é representada pela renovação, parindo um mundo novo.

1º de agosto, hoje é o dia da Pachamana.

Para os andinos é a mãe Terra. Palavra do quíchua, língua dos índios peruanos, mas Pachamana é mais do que uma palavra, significa viver em harmonia total com o planeta.

Pacha = universo, mundo, lugar, tempo / Mama= mãe / Pachamama = a abundância de tudo

É a fonte, é abundância, é renascimento do planeta. É a vida, as estações do ano, a fecundidade, os ciclos morte e renascimento – Pachamama é a semente, É parir a si mesmo, a continuidade da vida

Conectar-se com a grande mãe é se conectar com a abundância da vida

As montanhas do Himalaia representam a irradiação magnética do masculino, enquanto qua a Cordilheira dos Andes é o polo do feminino.

Segundo os Andinos, uma das mudanças previstas pra 2012 é completar a troca da polaridade da energia do planeta. Até poucos anos o planeta foi regido pela energia  masculina localizada no Himalaia, que favorecia o desenvolvimento da razão,  tecnologia e ciência, essa força agora,  está sendo levada apara um 2º plano. A gora desperta nos Andes uma fonte  feminina, o planeta não estará com seu foco em conquistas do desenvolvimento racional e sim dará o lugar à energia de social de proteção. 

O planeta passará ser regido pela energia de transformação e germinação. Pachamama é a mãe dos homens, ela amadurece os frutos, multiplica o ganho, acaba com as pragas e traz sorte aos lares.

Isso não é uma questão de genero entre homens e mulheres, as mulheres não serão melhores que homens ou vice-versa,  é uma energia da preservação, do cuidado com o planeta e com as pessoas. O desenvolvimento tecnológico será para proteger, reciclar, transformar  e não destruir o meio ambiente.

Será que isso já não começou?

Os andinos fazem oferendas, milho, comida cozida, folha de coca, tabaco, cerveja, doces enterrados enterrados perto de casa.

Diz a lenda que Pachamama é uma velha senhora, e quem a vê retorna aos Andes.

Senti a presença dela enquanto debulhava o milho, nessa foto em uma feira livre, em Otavalo no Ecuador ! O que você acha?

5 Comentários

Arquivado em ANCESTRAL, DEUSA DO FEMININO, EXPERÊNCIA DE VIDA, INESQUECÍEL, masculino e feminino, mito, RODAR O MUNDO, SHAMANICOS, Tradição

CONTATO COM MANDELA


museu do Apartheid

Hoje dia 05 de dezembro de 2013 me sinto emocionada por viver na mesma época que viveu Nelson Mandela, um homem que lutou para mudar seu país e acabou mudando o mundo.

(esse post é minha forma de contribuir com as homenagens ao iluminado Nelson Mandela, obrigada Madiba!!!!!)

Ao passar por Cape Town, vc pode se apaixonar pelas belezas geográficas da cidade ou se impressionar com a história de escravidão e discriminação racial que eles viveram até pouco tempo atrás.

Só é possível sentir o peso da história que foi esse período se vc tiver estomago pra visitar Robben Island , agora tombada, e sentir a presença de Nelson Rolihlahla Mandela, que ficou preso durante 26 anos, por ser ativista político e o principal responsável pelo fim da segregação social, que dividiu a população em brancos, negros e indianos


A ilha, teve uma vila habitada com casas, igreja, mesquita, escolas, depois foi usada como descarte de leprosos, que eram abandonados aqui ao vento e frio. A partir da 2º Guerra, passou a ser penitenciária, masculina para negros, criminosos comuns da África do Sul e alguns países vizinhos e prisioneiros políticos.

o mar entre Robben Island e Cape Town, Table Mountain

A vista é privilegiada para Table Moutain, a cidade aparece até relativamente perto, mas a água é tão gelada que é suicídio, para um ser humano, mergulhar nesse mar, ele morreria de hipotermia em alguns minutos, só os pingüins andam livremente entre a praia e o mar.

Durante o dia os prisioneiros quebravam pedras ao ar livre, 365 dias por ano, chuva ou sol, inverno ou verão, usavam uma gruta como banheiro. Vc pode imaginar todos os presos usando uma gruta sem nunca limpa-la? Os brancos tinham verdadeiro horror e nojo naquele lugar, então quando os presos perceberam isso, passaram a usar a gruta como sala de conferência, era o único lugar que podiam ficar sozinhos, deixavam mensagens nas paredes, muitas das decisões que estão na atual constituição foram tomas lá dentro. As pedras no centro simbolizam as várias cores das pessoas que passaram por aqui. Esse lugar reflete tanta luz que as pessoas ficam cegas.

Os setores da prisão são separadas por categorias de presos, religião e raça.

cela que Nelson Mandela passou 8 anos

É incrível sentir a dor e o frio do silêncio dessa ilha. Como suportar tanto tempo dormindo no chão de cimento?

O alarme na porta, as lágrimas da parede, as cicatrizes dos travesseiros, as manchas nos tecidos, estampam sutilmente a dor e o isolamento dos presos políticos que almejavam apenas a igualdade de direitos humanos.

Entre uma catarse e outra, imaginei que apenas os fios de cabelo, as sujeiras e os excrementos podiam se libertar de seus corpos e fugir pelos esgotos.

Sem família, sem cartas, sem jornais, só o profundo isolamento. A meta de cada um era superar o frio, os reumatismos, as pneumonias e as diarréias as dores de cabeça, os choques elétricos de cada dia e sobreviver.

o caminho da liberdade

Foi também superando todos outros homens que Nelson Mandela sobreviveu e perdoou seus 26 anos passados em Robben Island. A superação humana e o perdão se tornou uma bandeira de paz e liberdade, que pode ser vista no filme Invictus de Kenneth Turan. Aqui, hoje, véspera da Copa do Mundo, depois de várias campanhas na TV sobre como ser gentil e respeitar a união entre os povos, todos procuram, ser simpáticos, pelo menos formalmente, quando te cumprimentar socialmente na rua.

a saída da ilha

Passar a tarde em Robben Island, a princípio me apavorou, depois saí daqui com esse sentimento de perdão e de superação dos limites, da paciência de poder esperar o momento certo pra conseguir melhorar o mundo.

“O perdão liberta o coração. A reconciliação limpa o medo por isso é uma arma tão poderosa, …temos que surpreender com compaixão e generosidade”.

Nelson Mandela

Mandela, “passou 67 anos de sua vida se dedicando ativamente a promover e conseguir a mudança social” e por causa disso, a Fundação Nelson Mandela, de Johannesburgo, sugere qua, anualmente, no dia 18 de julho “As pessoas dediquem simbolicamente pelo menos 67 minutos de seu tempo para servir suas comunidades em qualquer coisa que quiserem”. É uma boa iniciativa!

sombras, reflexos e desejos de me inspirar na sua perseverança e paciência

Bia Fioretti, repete o discurso de liberdade e igualdade, das últimas semanas, essa foi a mensagem que eu levei para a Africa do Sul (fui pra lá falar da universalidade dos sentimentos entre as parteiras de todo mundo) e trouxe de volta para o Brasil, um discurso ainda maior, de iguladade entre todas as pessoas no mundo.

 Obrigada Madiba por esse encontro e por essa lição de desapego e liberdade de alma.


WHILE WE WILL NOT FORGET
THE BRUTALITY OF APARTHEID
WE WILL NOT WANT
ROBBEN ISLAND
TO BE A MONUMENT
OF OUR HARDSHIP
AND SUFFERING
WE WOULD WANT IT
TO BE A TRIUNPH
OF THE HUMAN SPIRIT
AGAINST THE FORCES OSF EVIL
A TRIUNPH OF WISDOM
AND LARGENESS OF SPIRIT
AGAINST SMALL MINDS
AS PETTINESS
A TRINPH OF COURAGE
AND DETERMINATION
OVER HUMAN FRAILTY
AND WEAKNESS

Ahmed Kathrada 1993


192 Estados-membros da Assembleia Geral da ONU escolheram o dia 18 de julho como Dia Internacional Nelson Mandela, assim o dia do aniversário do ex-presidente sul-africano é comemorado Dia Internacional do Ativismo.

Essa é uma forma de recompensar Madiba que dedicou sua vida às causas que a ONU defende na conduta sobre os conflitos inter-raciais, pelos direitos humanos e a defesa entre a igualdade dos sexos



3 Comentários

Arquivado em AVENTURA, África do Sul, EXPERÊNCIA DE VIDA, IMPERDÍVEL, INESQUECÍEL, VIAJEI

Quem ganhou a copa foi a África do Sul


pelada na praia em Durban mas poderia ser em Copacabana

A Espanha levou a taça da Copa do Mundo 2010, mas quem realmente ganhou com a copa foi a África do Sul.

Os espanhois mereceram o título, valeu para unir um país tão dividido em torno de uma só bandeira, é como um balsamo pela crise que estão passando. Fui a Madrid, em março de 2010, realmente só se avalia de perto como é grande o desemprego e como o poder aquisitivo foi afetado.

paisagem em terras Zulu

Mas também estive na África do Sul, um país movido da paixão pelo Rugby, quem gostava de  futebol era uma pequena minoria

vista de Pretória, olha a bola na antena de TV

Por ironia do destino, a Holanda (o país de orígens dos africâneres) estava na final, aqueles que faziam a apologia do Rugby e não entendiam nem as regras do futebol,  agora torciam fervorosamente por seus ancestrais. A Holanda significa para os africâneres o que Portugal representa para os brasileiros (a população de imigrantes na África do Sul, desde sec.XVII é formada por holandeses, alemães e ingleses).

Jacarandás nas ruas de Jbourg

Há alguns meses a maioria de nós imaginávamos que a África do Sul era o território de animais selvagens, mas lá também tem pinguins e leões marinhos ( dá pra acreditar?). Poucas pessoas sabiam como eram as cidades, as praias com o surf, a série de  farois no oceano, as marinas, as montanhas. Quem diria que Jbourg e Capetown era tão frio e chuvoso. Os estádios magníficos, automatizados, os aeroportos totalmente repaginados, as estradas ampliadas. Isso tudo a um custo de muitos cortes (só quero ver como será por aqui), ouvi falar na redução do investimento da saúde e educação. A conta pra pagar agora é bem grande.

Durban tem a maior colonia hindú fora da India e muitos mulçumanos tbém, vc vê pessoas de todas as raças cores e nacionalidade andando na orla da praia

Em maio, a população temia pela segurança das ruas, mas pelo que foi dito na TV, durante a copa, as cidades estavam super policiada, mas escutei de alguns amigos que estão lá o temor deles na hora que os turistas forem embora.

Table Mountain, Cape Town, a montanha que tem o topo plano naturalmente, linda!

Hoje a África do Sul saiu das páginas de esporte, volta para as noticias de cidadania e  diretos humanos e pra nós também passa para o caderno de turismo e meio ambiente. O Soweto deixa de ser o lugar da luta pelos direitos humanos e passa também a ser um lugar de confraternização. Durban e Port Elisabeth deixam de ser visto apenas pelo oceano Índico e ganha um foco ocidental.

a vista da Table Mountain

Cape Town no postal da sua Table Mountain e a peninsula do Cabo da Boa Esperança (dos lugares mais lindos que já estive) foram declarados, por Nelson Mandela, no dia do meio ambiente “ Um presente da Terra”, a  África do Sul é signatária da Convenção da Diversidade Biológica, onde  tive contato com florais medicinais que são extraídos de flores que só nascem nesse lugar.



Nelson Mandela não foi na abertura dos jogos, mas nos contagiou na final, prestes a comemorar 92 anos, com o carisma do verdadeiro anfitrião dos direitos humanos. A ONU declarou  18 de julho o dia Internacional de Direitos Humanos. O topo da montanha totalmente plano pode ser uma metáfora perfeita, de um cnário para ser colocado todas as nações num mesmo nível de igualdade de direitos

“Por isso essa montanha, pela península, e por toda vida contida nela, nutre, protege e inspira essa preciosa gema natural do mundo, que nunca seja esquecida. Essa montanha e essa península pertence a todos nós, nos temos o mesmo compromisso e acreditamos que com esse cuidado e proteção de todos nós de todos que vieram antes e de todos que virão depois.”

Depois de julho de 2010 as vuvuzelas gritaram alto, todos nós sabemos reconhecer a bandeira da África do Sul: com sua somatória de cores. Nós ganhamos um novo horizonte e eles ganharam uma projeção e divulgação de todo seu patrimonio físico e humano.





2 Comentários

Arquivado em África do Sul, Cuidados na África do Sul, EXPERÊNCIA DE VIDA, INESQUECÍEL, RODAR O MUNDO, VIAJEI